Projectos de alunos Técnicas de Impressão – 1 Semestre/2010-2011

Relatório Individual

impression techniques_2_pdf

projecto-1_grupo123

relatorio_grupo

Relatório GrupoQualquer

relatório_grupoQ

IConIC – relatório

xilogravura, sinopse blog – Grupo N


Autor: Patricia Carcelén Marco

10 linogravuras em desdobrável com embalagem . Colagem sobre diferentes papéis

Libro infantil ilustrado.


—————————————————————————————————–
Autor: Sara Grilo

O projecto aqui apresentado, toca em diversos assuntos de pertinência para o tema em pesquisa Deambulações na Imagem – Fotogramas de um processo de impressão. Questões sobre a recorrência à terminologia palimpsesto e de que forma é aplicado, ligação com o resíduo, o tempo e a narrativa na imagem, a imagem fotográfica e de que forma estes elementos co-existiram com os processos das técnicas de impressão.
O desenvolvimento do trabalho de oficina baseia-se e encontra-se nestas premissas, principalmente nas ideias de palimpsesto e de variante, e a procura da degradação da imagem pela acumulação de informação. O recurso a técnicas de impressão como a gravura, que permite a desmultiplicação de uma imagem e abre caminhos para a exploração criativa, o recurso a processos de sensibilização de imagens fotográficas e outros procedimentos técnicos fizeram parte da construção de imagens únicas. As imagens contaminam imagens, os caminhos processuais entrecruzam-se, a latência de algo anterior, a sequência, a narrativa, a série pertencentes a um espaço temporal e visual, a inquietação. O deambular da imagem e de vivências.

—————————————————————————————————–

Autor: Joana Pereira

Transformo a imagem, transformo-me em objecto, sou pó, metaforicamente desapareço. Este desaparecimento contido/implícito na encenação inicial é acentuado pelo desvanecimento do contraste fotográfico – uniformização obtida pela inclusão do pó de arroz. A ameaça do desaparecimento da imagem, é um prenúncio que resulta sobretudo da fragilidade dos materiais empregues. São determinações da matéria, delicadezas processuais. Efeito de desgaste, espaços em brancos cedidos pela matéria em pó – É a imanência da degradação, vestígios conceptuais da minha área de formação, a escultura.

Perante a estética do ficcionado/provisório somos levados a sobrevalorizar o esboço, o borrão ou vestígio sobre as correcções do derradeiro – renovado impulso para o inacabamento. As atenções direccionadas para os pequenos aspectos do dia-a-dia resultam em soluções técnicas inesperadas, numa economia de meios surpreendente. Recordo a questão técnica colocada por Not Vital a Piero Crommelynck: “Can you print snow?”

O material exerce de facto uma sedução sobre o indivíduo, não só  porque a ele atrelamos significados, mas porque acarreta implicações tácteis. Conforme refere Eco a ideia de que “para a maior parte da arte contemporânea, a matéria tornou-se não já apenas o corpo da obra, mas também o seu fim, o objecto do discurso estético”.

Sinopse (Auto-Retrato) Sem título, 2009, Litografia, pó-de-arroz s/ papel. Matriz: 23x23cm; Papel: 50x66cm

————————————————————————————————-

Autor: Walter Almeida

Técnica: Transporte fotográfico e stencil sobre tela Formato: 1,00X0,80 m Este trabalho foi realizado no âmbito do mestrado em Desenho e Técnicas de Impressão e é fruto de um exercício interdisciplinar entre as técnicas de impressão, a pintura e a azulejaria tradicional de fachada da cidade do Porto (a partir do final do século XIX). Considerando o carácter de múltiplo comum entre as duas técnicas (gravura e azulejaria) e os seus processos técnicos de produção, recorreu-se ao stencil por ser uma técnica comum entre ambas. Este projecto tinha por objectivo desenvolver um trabalho de investigação histórica e visual sobre a azulejaria de fachada para depois, numa releitura pouco tradicional, experimentar e cruzar técnicas e suportes variados com o objectivo de recriar os padrões. A repetição sistemática do tema, deslocação, sobreposição de formas e recurso ao processo de transporte fotográfico, possibilitou explorar variantes de padrão geométrico que remete para a azulejaria tradicional de fachada.

———————————————————————————————-

PROJECTO LIDERA

LIDERA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: