OBRA GRÁFICA

Em Obra Gráfica pretende-se que os alunos trabalhem sobre os aspectos experimentais e criativos que assistem à produção de obra gráfica impressa, investigando e testando ideias e princípios, formatos e métodos, redefinindo através dos mesmos a sua prática. Pretende-se uma abordagem profissional e informada e como tal será necessário que o aluno possua a motivação para trabalhar de acordo com as sessões presenciais programadas assim como responsabilizando-se pela gestão do tempo necessário ao desenvolvimento de uma investigação de natureza oficinal exigente em regime de Atelier/Oficina. Os trabalhos apresentados, devem ser executados de acordo com os critérios de qualidade e apresentação de excelêncial e quando apropriado os trabalhos deverão ser editados.

No final do curso o aluno terá que ter cumprido com:
– produção de um portfolio de gravuras ou objectos onde demonstre o seu domínio dos processos eleitos e a concordância dos mesmos com uma investigação pessoal
– participação num projecto colectivo na área da edição
– ser capaz de identificar e desenvolver técnicas e processos de gravura mais adequados ao seu trabalho
– maximizar a utilização de equipamentos e tempo disponíveis nas oficinas, participando activamente no ambiente de partilha e interdependência desejável numa oficina de técnicas de impressão
– desenvolver competências ao nível da edição e produção de múltiplos, apresentação e gestão de tempo, recursos  e equipamentos das oficinas para a concretização de projectos
-identificar com clareza autores, processos, e questões pertinentes ao seu próprio trabalho.

Programa
1-Seminários sobre definição de linhas de pesquisa, temáticas e técnicas mais adequadas a cada projecto de investigação. A importância dos blocos de notas e outras metodologias.
2- Apresentação das gravuras pertencentes ao arquivo da área de gravura da FBAUP
3-Demonstrações agendadas. Nesta disciplina a ênfase recai sobre a experimentação dos mais diversos processos de gravura. Como o programa é abordado a partir das hipóteses de investigação propostas pelos discentes, todas as demonstrações posteriores serão agendadas e orientadas para o alargamento do conhecimento laboratorial, procurando-se também desse modo estimular um ambiente de partilha assim como diferentes graus de experimentação e concretização.
Como tal, não estão previstas demonstrações ainda que a expectativa deva recair sobre procedimentos ainda desconhecidos pelos alunos ou de acordo com a oferta que venha a estar disponível nas oficinas e ainda sob a forma de workshops de artistas convidados, nomeadamente:
– “spitbite”, “soap ground”, “openbite””waterbite”(processos calcográficos)
. fotogravura tradicional
• serigrafia com tintas à base de água
• Xilogravura segundo métodos japoneses
• FotoLitografia sobre chapa de alumínio
. Litografia sobre madeira

4- avaliação intermédia e crítica do trabalho desenvolvido
5- submissão de portfolio para a avaliação

OBRA GRÁFICA  2010-2011

Segundo Semestre

Prof responsável: Graciela Machado

O sistema de avaliação fundamenta-se em:

  • participação em workshops, demonstrações abertas, conferências devidamente comprovadas por apresentação de trabalhos em relatório final
  • Participação em projectos de edição na oficina:

1)     Portfolio Prova de artista

2)     Portfolio “Les mots et les images”. Os alunos serão integrados neste exercício profissional em grupo e serão avaliados pelo seu contributo na produção

  • Duas apreciações periódicas orais, realizadas nas oficinas de técnicas de impressão durante os períodos de horas de contacto
  • Relatório final da Uc
  • Desenvolvimento einstalação do Projecto individual

As duas fases da avaliação, ponto de situação e avaliação final, são acompanhadas pela entrega de relatório parcelar e relatório final respectivamente, e terão uma data de entrega via email. Entre as duas apresentações, o relatório, sendo o mesmo, deve ser actualizado.

Todos os trabalhos têm data de entrega pré-estabelecidas de acordo com plano entregue na aula de apresentação, comum à turma. O não cumprimento pressupõe uma penalização na avaliação

Deste exercício de avaliação resulta a atribuição de uma classificação que terá em conta todos os itens elaborados. Assim temos como elementos para avaliação:

Trabalhos laboratoriais ou de campo- 2 projectos editoriais de desenvolvimento em grupo e individualmente, participação em workshops de edição, projecto individual

Relatórios – relatório com várias componentes descritas desde a participação nos workshops através de um recapitular documental de todas as etapas processuais, até ao relatório sobre desenvolvimento do projecto individual.

Provas orais de participação na aula- duas provas:, uma na aula de ponto de situação, e a outra na apresentação final do projecto individual

Montagem do projecto individual nos espaços destinados ao efeito

Durante o segundo semestre, o programa de intercâmbio com o Le Quai de la Baterie e FBAUP, programa de mobilidade com professor convidado devem ser considerados no programa .

PLANO DE AULAS

  AULA TEÓRICO – PRÁTICA EXTRA AULA
Aula 12011-02-15 Apresentação dos objectivos e programa da disciplina; metodologias de trabalho e bibliografia; métodos de avaliação.Apresentação teórica dos conteúdos programáticos com visionamento de provas editadas nas oficinas.Apresentação de projectos editoriais da áreaIntrodução à 1ª proposta de trabalho: projecto de edição de múltiplos integrado na parceria com ARRAS “Les mots et les Images” . Projecto desenvolvido em grupos de trabalho de 2 a 3 alunos ou individualmente num mínimo de 5 imagens por alunos. Desenvolvimento de maquetes para aplicar a vários tipos de processosLevantamento sobre o espaço, ou definição de tema do interesse dos alunos
Aula 22011-02-22 Início da primeira proposta de trabalho: desenvolvimento das matrizes, produção de fotolitos, transferência de desenhos projecto de edição, impressão das primeiras provas e suas variantes. Desenvolvimento de projecto
Aula 32011-03-01-março Desenvolvimento da primeira proposta de trabalho: desenvolvimento das matrizes, produção de fotolitos, transferência de desenhos projecto de edição, impressão das primeiras provas e suas variantes. Selecção das matrizes a editar num número mínimo de provas de 5 por cada imagem. Ou seja, um total de 25 impressões finais por aluno. Edição do projecto
Aula 42011-03-08 Edição do projecto Les mots et les images  produção das matrizes, produção de fotolitos, transferência de desenhos, impressão das primeiras provas e suas variantes, testes. Selecção Edição do projecto e envio das provas.
Aula 52011-03-15-março Conclusão do projecto Les mots et les images Edição do projecto.. Edição do projecto. Montagem de projecto em ARRAS.
Aula 62011-03-22 março Preparação do projecto individual(Aula não presencial) Desenvolvimento do projecto.
Aula 72011-03-29- março Apresentação teórica.Início da segunda proposta de trabalho – projecto individual. Apresentação oral e documental do plano individual de trabalhos conduzido individualmente por cada alunoMetodologias do projecto. Arranque imediato. Desenvolvimento do projecto.Pesquisas técnicas, referências, bibliografia
Aula 82011-04-05-abril Desenvolvimento do projecto. Discussão com o docente do estado do projecto. Desenvolvimento do projecto.
Aula 92011-04-12 Demonstração sobre técnicas de calcografia Desenvolvimento do projecto. Desenvolvimento do projecto.
Aula 102011-04-26-abril Demonstração sobre técnicas de relevoDesenvolvimento do projecto. Desenvolvimento do projecto.
Aula 112011-05-03 Demonstração sobre técnicas de fotogravura. Desenvolvimento do projecto.
Aula 122011-05-10 Demonstração sobre técnicas de serigrafiaDesenvolvimento do projecto. Desenvolvimento do projecto.
Aula 132011-05-17 Demonstração sobre técnicas de litografiaDesenvolvimento do projecto. Desenvolvimento do projecto. Envio de relatório parcelar via email até ao dia 2011-05-20
Aula 142011-05-24 Ponto de situação. Discussão partilhadacom a turma do estado do projecto.Comentários sobre relatório parcelar conduzidos pelo docente. Desenvolvimento do projecto.
Aula 152011-05-31 Desenvolvimento do projecto.A partir de um objectivo já mais preciso, e do acompanhamento técnico e conceptual do mesmo, estabelecem-se as várias hipóteses de produção, várias alternativas. Desenvolvimento do projecto.
Aula 162011-06-07 Desenvolvimento do projecto. Desenvolvimento do projecto.
Aula 172011-06-14 Desenvolvimento do projecto. Desenvolvimento do projecto.
Aula 182011-06-21 Desenvolvimento do projecto. Desenvolvimento do projecto.
Aula 192011-06-28 Desenvolvimento do projecto. Preparação de relatório
Aula 202011-07-05 Desenvolvimento do projecto.Pré-apresentação do relatório para rectificações Submissão de relatório via email até ao dia 2011-07-08
Aula 212011-07-12 Apresentação e avaliação dos projectos.Apresentação oral, entrega de relatório do projecto de acordo com normas indicadas, instalação do projecto nas salas destinadas para esse mesmo fim Desenvolvimento do projecto.
     
     

 

TÉCNICAS DE IMPRESSÃO

Nesta disciplina os estudantes iniciam a sua relação com as diferentes possibilidades técnicas de impressão desenvolvidas ao longo da história da arte, do ponto de vista da sua identificação, compreensão e das possibilidades artísticas que comportam.
A abordagem da multiplicidade de procedimentos incorporados na tradição destas tecnologias é realizada através do exercício oficinal de práticas de iniciação aos procedimentos técnicos próprios de diversos processos de impressão (calcografia, litografia, serigrafia e outras).
Integra esta disciplina abordagens gerais da teoria da imagem, no sentido de ser usual nestas tecnologias a utilização de imagens pré-produzidas ou canibalizadas.
Através da realização de múltiplos de arte e da exploração livre das técnicas de impressão, possibilita-se aos estudantes a utilização destes processos para a realização dos seus trabalhos criativos, situem-se no espaço da ‘obra gráfica’ ou distanciados dele.

Conteúdos programáticos;
Origem e desenvolvimento das técnicas de impressão
Produção de originais e conceito de múltiplo (numeração e controle de edição)
Linguagem plástica (maqueta/concepção/produção/edição)
Produção de matrizes para as diversas técnicas de impressão
Pesquisa e possibilidades de utilização de técnicas fotográficas
-utilização de processos digitais de tratamento de imagem
-tintas, tintagem e limpezas
-papéis e suportes
-prensas, prelos e outros equipamentos de impressão
-procedimentos de impressão

DESCRIÇÃO DAS TÉCNICAS POSSÍVEIS DE SEREM USADAS

carimbos e máscaras
linoliogravura
xilogravura
tipografia
litografia
calcografia (ataque directo, água-forte e água-tinta, sugar lift)
técnicas aditivas e monotipias
serigrafia (manual e fotográfica)
processos experimentais

UC DE TÉCNICAS DE IMPRESSÃO 2010-2011

Segundo Semestre, turma de quarta-feira

Prof responsável: Graciela Machado

O sistema de avaliação fundamenta-se em :

  • participação em workshops, demonstrações abertas, conferências desde que devidamente comprovadas por apresentação de trabalhos no relatório.
  • Participação em projectos de edição na oficina. Os alunos serão integrados neste exercício profissional em grupo e serão avaliados pelo seu contributo na produção de projecto editorial “Les mots et les images” e projecto com apresentação na Mostra UP.
  • 2 apreciações periódicas orais, realizadas nas oficinas de técnicas de impressão durante os períodos de horas de contacto
  • Relatório final da Uc
  • Desenvolvimento de projecto individual

As duas fases da avaliação, ponto de situação e avaliação final, são acompanhadas pela entrega relatório de pesquisa técnica e relatório final respectivamente, e terão uma data de entrega via email. Entre as duas apresentações, o relatório, sendo o mesmo, deve ser actualizado e complementado por informações técnicas relevantes.

Todos os trabalhos têm data de entrega pré-estabelecidas de acordo com plano entregue na aula de apresentação, comum à turma. O não cumprimento pressupõe uma penalização na avaliação

Deste exercício de avaliação resulta a atribuição de uma classificação que terá em conta todos os itens elaborados. Assim temos como elementos para avaliação:

Trabalhos laboratoriais ou de campo- 1 projecto editorial em grupo, participação em workshops de edição, projecto individual

Relatórios – relatório com várias componentes descritas desde a participação em workshop e projecto editorial “Les mots et les Images” através de um recapitular documental de todas as etapas processuais, até ao relatório sobre desenvolvimento do projecto individual.

Provas orais de participação na aula- duas provas: uma na aula de ponto de situação, e a outra na apresentação final do projecto individual

Projecto montado e apresentado perante a turma.

Durante o segundo semestre, o programa de intercâmbio entre Le Quai de la Baterie e FBAUP, programa de mobilidade com professor convidado vão ser integrados no programa .

PLANO DE AULAS

A constituição das actividades elegíveis e que podem ser integradas nos painéis de avaliação, estão elencadas no plano de aulas, assim como datas de entregue.

Os critérios de avaliação constam da ficha da unidade curricular.

Projecto

  AULA TEÓRICO – PRÁTICA EXTRA AULA
Aula 12011-02-16 Apresentação dos objectivos e programa da disciplina; metodologias de trabalho e bibliografia; métodos de avaliação.Listagem de materiaisApresentação teórica dos conteúdos programáticos com visionamento de imagensApresentação de projectos editoriais da áreaDemonstrações técnicas sobre vários projectos em curso.Apresentação do primeiro trabalho: tema e técnica. Organização de grupos de trabalho. Aquisição de materiais para técnicas de relevo.Consulta à Bibliografia.Desenvolvimento de maqueta
Aula 22011-02-23 Início da primeira proposta de trabalho: projecto de edição em grupo com base em técnicas de relevo. Projecto editorial “Les mots et les images”Revisão da maqueta. Transferência do desenhoHipóteses de trabalho. Opções tecnológicas e execução.Demonstrações várias sobre métodos de impressão, suportes de impressão, matrizes, entalhe. Desenvolvimento projecto
Aula 32011-03-02 Técnicas de relevo. Continuação do projecto em grupo. Desenvolvimento projecto
Aula 42011-03-09 Técnicas de relevo. Continuação do projecto em grupo Desenvolvimento projecto.
Aula 52011-03-16 Técnicas de relevo. Conclusão do projecto em grupo. “Les mots et les images”. Apresentação visual do trabalho realizado em grupo Envio das provas. Submissão de relatório do grupo via email até ao dia 18 de Março.Participação no projecto da MOSTRA da UP
Aula 62011-03-23 Aula não +presencial  
Aula 72011-03-30 T Técnicas calcográficas. Projecto de edição da com base em processos calcográficos. Definição do tema e base técnica (técnicas de ataque directo sobre alumínio e acetato)Demonstrações técnicas.  
Aula 82011-04-06 Técnicas calcográficas. Produção.Testes sobre suportes, variantes de impressão. Técnicas da água forte. Verniz duro e verniz mole. Continuação do tema incluindo novas técnicas introduzidas.  
Aula 92011-04-13 Técnicas calcográficas. Técnicas da água-forte. Técnica do sugar-lift e água tinta. Edição dos trabalhos.  
Aula 102011-04-27 Técnicas planográficas e técnicas serigráficas Demonstração sobre impressão litográfica.Monoimpressão.Inicio demonstração sobre serigrafia.  
Aula 112011-05-04 Técnicas serigráficas  
Aula 122011-05-11 Técnicas serigráficas.  
Aula 132011-05-18 Inicio do projecto invididual Desenvolvimento do projecto.
   
Aula 14a 20 Desenvolvimento projecto individual Submissão de relatório via email até ao dia 9-7-2010
Aula 21 Apresentação de projecto individual  

 

MESTRADO EM DESENHO E TÉCNICAS DE IMPRESSÃO

Objectivos
1. Consolidação de uma prática artística ou investigadora fundamentada no desenho e nas técnicas de impressão.
2. Desenvolvimento de uma reflexão rigorosa, crítica e contextualizada das preocupações inerentes ao projecto artístico/de investigação.
3. Introduzir/aprofundar capacidades técnicas e processuais relacionadas com os procedimentos do desenho e da impressão, ampliando as possibilidades instrumentais de cada estudante.
4. Desenvolver metodologias de investigação baseadas em práticas experimentais, cujos resultados se comunicam na sua dimensão de imagens/objectos.

Resultados de aprendizagem
1. Capacidade de mobilização de métodos de registo, selecção, análise e comunicação de informação pelo desenho.
2. Capacidade de mobilização, adaptação e criação de ferramentas teóricas e metodológicas à formulação e resolução de problemas de investigação
2. Desenvolvimento e apresentação de um projecto individual artístico/de investigação, baseado no uso do desenho/técnicas de impressão.
3. Exposição clara do contexto teórico e do percurso metodológico subjacente à prática artística/de investigação individual, reforçando a comunicabilidade dos seus resultados de forma coerente, segundo padrões de qualidade académica.

Programa

A actividade generativa e reflexiva da prática é central à cultura de investigação do Grupo de Desenho, como lugar de verificação, provocação, exemplificação e posicionamento das ideias. É neste sentido que o espaço do Atelier/Oficina, articulado em duas partes, se assume como o lugar de desenvolvimento de um projecto artístico/de investigação próprio, apoiado em acções tutoriais individualizadas, assim como em núcleos temáticos e workshops de edição.

A primeira parte está dedicada a núcleos temáticos e workshops de edição. Os núcleos temáticos, vocacionados para uma aplicabilidade prática e propostos pela actualidade de conteúdos que reflectem o âmbito do desenho e da impressão e as zonas limítrofes na arte, ciência e cultura contemporâneas. Os workshops de edição exploram a relevância plástica e conceptual de um vasto espectro de procedimentos gráficos orientados para a produção de múltiplos.
A segunda parte implica o desenvolvimento de um projecto de trabalho autoral, realizado numa simulação de atelier ou trabalho de campo.

Assim, a unidade curricular, durante o presente ano lectivo estrutura-se segundo os módulos:
1. Núcleo temático: o Desenho-Reportagem
1.1. Desenvolvimento do projecto
1.2. Workshop de edição
2. Desenvolvimento, apresentação e defesa de projecto de investigação/artístico próprio.

MÉTODOS DE ENSINO

O programa é abordado a partir das hipóteses de investigação experimental propostas pela comissão científica, na primeira parte, e pelos mestrandos, no âmbito do seu projecto individual.
O atelier-oficina funcionará de modo contínuo ao longo de dois semestres, como espaço aberto de experimentação, concretização e discussão em regime de seminário. Serão promovidas oficinas pontuais sobre aspectos processuais ou conceptuais relacionados com a prática do desenho e impressão. Serão incentivados os debates colectivos sobre o trabalho produzido, a través apresentações introdutórias de cada sessão, e recorrendo a autores convidados com relevância nos núcleos temáticos abordados.

BIBLIOGRAFIA FUNDAMENTAL

BOURDIEU, Pierre ([1990). The Logic of Practice. Stanford: Stanford University Press.
GARNER, Steve (ed.) (2009). Writing on Drawing: Essays on Drawing Practice and Research. Chicago: Chicago University Press
SAVAGE, Jim (ed). Drawing Texts. Cork, Ireland: Occasional Press.
DIDI-HUBERMAN, Georges (2004). Confronting Images: Questioning the Ends of a Certain History of Art. Philadelphia: Pennsylvania University Press.
HOLLY, Michael Ann (ed.) (2009). What Is Research in the Visual Arts?: Obsession, Archive, Encounter. Williamstown, Massachusetts: Clark Art Institute.
ELKINS, James (ed.) (2009). Artists with PhDs: On the New Doctoral Degree in Studio Art. Washington: New Academia Publishing
GROUPE DE RECHERCHES ESTHÉTIQUES DU C.N.R.S. (1974). Recherches Poïetiques. T. I. Paris<. Éditions Klincksiek.
SULLIVAN, Graeme (2005). Art Practice as Research. London: Sage Publications.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: